22 de jul de 2011

Quão seguros são os aviões?





CERCA de meio milhão de pessoas por ano morrem nas estradas do mundo. Em contraste, o número de mortes por acidentes aéreos em 1996 foi de 1.945. Em 1997, baixou para 1.226. Segundo estatísticas dos fabricantes dos aviões Boeing, "os jatos comerciais sofrem acidentes menos de 2 vezes em cada um milhão de vôos".
No entanto, todo desastre aéreo ganha as manchetes, ao passo que a carnificina diária nas estradas é corriqueira. Nos Estados Unidos, apenas viajar de ônibus é considerado ligeiramente mais seguro do que de avião.
Por que o avião é normalmente mais seguro do que o carro? Um motivo óbvio é que os aviões em geral não trafegam perto um do outro, como os carros nas estradas. Outro motivo é que a maioria das tripulações aéreas são muito bem treinadas e altamente profissionais no exercício de suas responsabilidades. O comandante de um Boeing 747 em geral tem mais de 50 anos de idade e uns 30 de experiência de vôo. A segurança é o fator principal para todos os membros da tripulação. Afinal, a vida deles também está em jogo.
Se você der uma olhada na cabine de um avião de passageiros, verá que todos os instrumentos principais e os controles são duplicados — um conjunto à esquerda, para o comandante, e o outro, à direita, para o co-piloto. Assim, segundo The Air Traveler’s Handbook (Manual do Viajante Aéreo), "na improvável hipótese de que um dos pilotos venha a desfalecer, o outro terá todos os controles necessários para voar com segurança. Durante o vôo, cada piloto pode monitorar os instrumentos do outro, e checar se estão dando as mesmas indicações em ambos os painéis".
Outro fator de segurança na cabine é que, como precaução, o piloto e o co-piloto em geral não comem a mesma comida. Por quê? Porque na remota possibilidade de comida contaminada, apenas um deles será afetado.
A fim de garantir o controle de partes móveis, como os flapes, os trens de pouso e os freios, "as aeronaves em geral têm dois ou mais sistemas hidráulicos, para a eventual falha de um deles". A duplicação, ou até mesmo a triplicação de sistemas são requisitos de segurança padrão na maioria dos aviões modernos.
Algumas precauções simples que todos os passageiros podem tomar: ler o cartão de instruções para situações de emergência, e prestar atenção aos comissários quando eles explicam os procedimentos de segurança antes de cada vôo. Ao ocupar a sua poltrona, verifique onde fica a saída mais próxima. E, em caso de emergência, siga as instruções dos comissários. Todos eles são bem treinados para lidar com situações difíceis, caso ocorram. Ao serem dadas instruções, é vital que os passageiros se locomovam rapidamente e se esqueçam de seus pertences. A vida é mais importante do que os bens.
Os aviões modernos normalmente voam acima das áreas de tempestade, ou as contornam, de modo que a maioria dos vôos de longa distância é muito suave. Assim, pouquíssimas pessoas enjoam. Se se espera alguma turbulência, o comandante em geral pede aos passageiros que coloquem seus cintos de segurança, como precaução.
Poderia ser ainda mais seguro viajar de avião? Sim, mas a maioria dos passageiros não toleraria a mudança necessária. Qual seria a mudança? Fazer com que eles viajassem de frente para os fundos do avião, em vez de para a cabine. Quais seriam as vantagens? Os passageiros seriam protegidos pelo encosto do banco numa desaceleração repentina, em vez de apenas por um cinto preso à altura do abdômen, que é uma proteção incompleta em comparação com a maioria dos cintos de segurança de carro, que cruzam também o tórax. Contudo, as pessoas preferem olhar para onde vão, em vez de para onde já passaram!
Calcula-se que 1 em cada 6 adultos americanos tem medo de voar. Alguns têm mais do que medo — têm fobia, um medo exagerado que pode levar ao pânico. O que se pode fazer?
Tornar-se um passageiro bem informado pode ser muito útil para abrandar a ansiedade. Todos os anos, no mundo inteiro, cerca de 15.000 aviões que servem a uns 10.000 aeroportos transportam mais de 1,2 bilhão de pessoas com relativamente poucos acidentes ou incidentes. Segundo a empresa de seguros Lloyd, de Londres, é 25 vezes mais seguro viajar de avião do que de carro.
Se você teme viajar de avião, leia livros sobre voar, aviões e treinamento de pilotos. Leia a respeito dos elevados padrões de adestramento que se exigem dos pilotos e das regras de trabalho a que se sujeitam com relação a horas de sono, limites de consumo de álcool antes de voar, e testes antidrogas de surpresa. Existem também os testes semestrais em simuladores de vôo aos quais os pilotos são submetidos para testar as suas reações a situações de emergência. Essas simulações são tão realísticas que alguns pilotos saem do simulador "trêmulos e encharcados de suor". Se falhar no teste do simulador o piloto pode perder a licença para pilotar aviões comerciais.
Esses padrões são muito superiores aos que se impõem a quem dirige carro. Assim, quanto mais você aprender a respeito de aviões e de pilotos, maior poderá ser a sua confiança.
Também pode ser de ajuda visitar um aeroporto. Note o fluxo de passageiros e observe a reação das pessoas. Notará que a maioria delas sai do avião como se estivesse saindo de um ônibus. Viagens aéreas são rotineiras para elas. Observe a decolagem e a aterrissagem dos aviões. Entenda e admire os princípios científicos da aerodinâmica que tornam possíveis e seguros os vôos.
Quando finalmente fizer o seu primeiro vôo, diga a um dos comissários de bordo que esta é a sua primeira viagem de avião e que você está um tanto nervoso. Esses profissionais sabem como ajudá-lo a relaxar e a confiar no sistema. Tente se descontrair. Quando o comandante indicar que é seguro caminhar no avião, dê uma volta na cabine de passageiros. Poderá estar no caminho certo para vencer o seu medo de voar!

4 comentários:

Abraao Manoel disse...

Também ando desconfiado com a seguraça dos aviões e aeroportos, principalmente os aeroportos brasileiros.
To seguindo me segue de volta.
http://descansandoamente.blogspot.com/

@louco_polemico disse...

venho dizer que é muito legal o seu blog.
Eu ja havia entrado aqui antes para ler, hoje entro para seguir. Segue meu blog tb por favor.
Se quiser trocar banners, tem lá no meu blog, é só deixar um recado que eu coloco seu banner la no meu blog.
parabens denovo...

http://loucopolemico.blogspot.com/

L@i disse...

Passando para deixar um beijinho e convidar para conhecer o Blog Espaço Meu:

http://larissapostando.blogspot.com/

@loucoepolemico disse...

passando pra dar um alo...
aguardando novas postagens.

Curte minha pagina no facebook por favor
http://www.facebook.com/loucoepolemico