"Cada vez mais crianças demoram a começar a falar e usam um vocabulário muito limitado", diz a revista polonesa Wprost, "porque os adultos não conversam com elas". As mães passam em média 30 minutos por dia com os filhos, e os pais, "apenas 7 minutos". Em resultado disso, quase 1 em cada 5 crianças "sofre de algum distúrbio no desenvolvimento da fala unicamente por causa da negligência dos pais". Michał Bitniok, fonoaudiólogo e lingüista na Universidade de Silésia, adverte: "Se essas crianças não forem tratadas cedo o suficiente e continuarem sem tratamento, esses distúrbios da fala poderão lhes causar dificuldades na escola e na vida adulta."