12 de mar de 2009

Pequenos ases dos ares

VAPT! Um mata-moscas corta o ar atrás da mosca. Mas ela consegue se desviar, balança um pouco por causa da turbulência, se endireita e daí vira de cabeça para baixo e pousa no teto. Parece zombar de suas tentativas desastradas de liquidá-la. Que aviadora incrível! De fato, a extensa família da mosca tem alguns dos melhores aviadores acrobáticos do reino dos insetos, graças, em parte, a dois apêndices maravilhosamente projetados que ajudam no equilíbrio, chamados halteres ou balancins.
Os dois halteres, que parecem varetas com protuberâncias nas pontas, localizam-se no tórax da mosca, logo atrás das duas asas. (Veja a ilustração na próxima página.) Quando as asas da mosca começam a bater, os halteres batem na mesma freqüência, centenas de vezes por segundo. Eles são, de fato, como pequenos giroscópios que ajudam o inseto a voar. Enviam informações ao cérebro da mosca cada vez que ela muda de direção, como quando é atingida por uma rajada de vento ou pela turbulência causada por um mata-moscas ou por um jornal dobrado que se aproxima perigosamente. Os halteres dizem instantaneamente à mosca que seu corpo deu uma guinada, girou ou se inclinou, assim como um giroscópio de avião dá as mesmas informações ao piloto, só que com muito menos precisão. A mosca então corrige o vôo rápida e facilmente.
Diferentemente dos giroscópios convencionais, os halteres se parecem mais com pêndulos. Mas não pendem nem se erguem verticalmente em relação à mosca; saem dos lados dela. Uma vez em movimento, os halteres, como pêndulos, tendem a continuar oscilando, ou balançando, na mesma direção ou plano em obediência às leis do movimento. Assim, quando o corpo da mosca muda de posição no espaço, as forças exteriores torcem a base dos halteres e os nervos registram a torção. O cérebro analisa os sinais nervosos e automaticamente orienta as asas para endireitar a mosca, tudo numa fração de segundo.
Na verdade, os halteres são uma das características únicas das moscas, uma família díptera de umas 100.000 espécies, que inclui mutucas, moscas-domésticas, moscas-varejeiras, moscas-das-frutas, moscas tsé-tsé, mosquitos-pólvora e típulas. Com seus giroscópios engenhosos, as moscas podem fazer manobras aéreas muito melhor do que os outros insetos voadores. De fato, esse inseto muito desprezado dá indícios da genialidade científica do Criador.

0 comentários: