26 de mar de 2009

Os jovens na internet


Imagine seu filho andando sozinho pelas ruas à noite.
Imagine seu filho adolescente organizando uma festa em casa sem que você saiba.
Imagine seu filho ou sua filha fazendo cópias das chaves de casa e as distribuindo a estranhos.
CASO seu filho tenha acesso à internet, as situações acima podem não ser tão improváveis quanto pareçam. "A internet proporciona uma quantidade e variedade sem precedentes de locais de encontro; desde fóruns eletrônicos a mensagens instantâneas ou até às chamadas comunidades virtuais", disse a revista Science News.
Os jovens se adaptaram rapidamente à vida on-line. Prova disso é o fato de que em 2004, nos Estados Unidos, quase 9 em cada 10 jovens de 12 a 17 anos usavam a internet, que pode ser acessada de praticamente qualquer lugar do planeta.
Poucos diriam que a internet não tem a sua utilidade. Mas não devemos desperceber os perigos que ela apresenta. Por exemplo, muitos jovens andam sozinhos, por assim dizer, pelas ruas de "uma vizinhança on-line" e alguns usam esse meio a fim de formar grupos de amigos com pessoas que você — e mesmo seu filho — nunca convidaria para ir à sua casa.
Alguns jovens ingênuos até mesmo expõem de forma indevida detalhes, opiniões e fotos pessoais na internet. Segundo o professor Zheng Yan da Universidade Estadual de Nova York, os jovens "geralmente não se dão conta da quantidade de pessoas que tem acesso àquelas informações, incluindo predadores sexuais".
Analisemos mais de perto o que muitos jovens estão fazendo na internet. Isso nos permitirá detectar possíveis problemas, saber exatamente o que nossos filhos estão procurando e descobrir formas de auxiliá-los a ter o que de fato precisam.

0 comentários: