16 de mar de 2009

Não É Assassinato?

"O homem que apunhalou uma mulher grávida de 29 anos — matando o bebê por nascer — não será acusado de assassinato quando for preso", declarou o Post de Nova Iorque. Por que não? Porque a "lei estadual — elaborada para proteger os médicos que realizam abortos contra serem acusados de assassinato — declara que a morte dum feto de menos de 6 meses não constitui homicídio, mesmo que seus órgãos vitais e membros já estejam plenamente formados", responde o Post. E, portanto, o agressor, que desconsiderou as súplicas da mulher para que não a ferisse visto estar grávida, será acusado apenas de estuprar e apunhalar a essa mãe.

0 comentários: