11 de mar de 2009

Do leite ao pó

HÁ MILHARES de anos, em praticamente todos os lugares, o leite é uma parte fundamental da dieta humana. Como se sabe, ele é produzido nas glândulas mamárias das fêmeas e é um alimento completo para seus filhotes. Ao contrário de outras espécies, porém, os humanos retiram esse alimento nutritivo de vários mamíferos: vacas, camelas, cabras, lhamas, renas, ovelhas e búfalas. Além do leite puro, as pessoas também gostam dos seus muitos derivados, como manteiga, queijo, iogurte e sorvete.
O leite de vaca é um dos mais comuns e é basicamente uma emulsão com 87% de água e 13% de sólidos. Estes incluem carboidratos, proteínas, gorduras, vitaminas e minerais como cálcio, importante para o crescimento e a saúde dos ossos. Na verdade, o leite de vaca não é o mais nutritivo. Entre os mencionados acima, o mais nutritivo é o leite de rena, que contém cerca de 37% de sólidos.
O leite de qualquer animal não se conserva muito tempo se não for refrigerado. Uma solução comum para esse problema é o leite em pó. Mas como é que esse líquido se transforma em pó? Vamos fazer uma visita rápida a uma usina de beneficiamento de leite em Waikato, Nova Zelândia. Essa usina é uma das maiores do seu tipo no mundo e produz por dia 400 toneladas de leite em pó enriquecido, para o mercado mundial de alimentos.
Do líquido ao pó
Todo dia, uma frota de reluzentes caminhões-tanque traz leite fresco de fazendas leiteiras neo-zelandesas para a usina, onde ele é mantido em silos lacrados. Dali, o leite vai para os separadores de padronização, onde é separado em leite desnatado e creme, e depois remisturado em quantidades específicas para que o produto final tenha o padrão correto. Dos separadores ele vai para um recipiente de armazenamento temporário antes de ser transformado em pó.
Depois da pasteurização, o leite é fervido a vácuo. Por que a vácuo? Isso faz o leite ferver a uma temperatura muito mais baixa do que o normal, diminuindo os danos causados pelo calor. Quando esse estágio de evaporação está concluído, a concentração de sólidos do leite é de uns 48%. O produto concentrado está agora pronto para o processo final: a secagem.
A secagem começa quando o leite concentrado é bombeado para o alto de um secador de aço inoxidável com vários níveis, e borrifado no ar quente que fica dentro do secador. A umidade cai então para 6%, e o leite vira pó. O próximo estágio reduz a umidade para 3% e, depois disso, o pó é suavemente resfriado e preparado para ser embalado e despachado. Todo o processo é realizado com rigor para que a perda do valor nutritivo do leite seja mínima.
Talvez onde você mora seja fácil conseguir leite fresco. Mas muitas pessoas vivem em lugares isolados onde o leite fresco é caro e escasso. Graças à maravilha do leite em pó, o problema está resolvido. É só misturar umas colheres de pó com água e o leite reidratado, embora não tão gostoso quanto o leite fresco, dá conta do recado.

0 comentários: