3 de jan de 2009

Lixo em órbita

"Imagine como seria revoltante se os motoristas abandonassem seus carros nas ruas quando ficassem sem combustível", diz a revista New Scientist. Mas o que está acontecendo com os satélites não-operacionais é similar, aumentando o risco de as espaçonaves mais novas colidirem com o lixo em órbita. Estima-se que existam uns 1.120 objetos maiores do que 60 centímetros de largura perto da órbita geoestacionária, a posição ideal para os equipamentos de comunicação. Mas apenas uns 300 desses objetos são satélites operacionais. Entre os materiais perigosos abandonados em órbita a várias altitudes, há 32 reatores nucleares não-operacionais.

Gostou? Então, Indique este Site!

0 comentários: